Para conhecer a Capadócia, vá de Göreme - Tem criança na viagem
Buscar
Para conhecer a Capadócia, vá de Göreme
30/01/2019
Tempo de leitura: 3 minutos.

Göreme. Guarde esse nome se quiser conhecer a Capadócia. A cidade é uma das melhores bases para visitar esta região da Turquia que está entre as mais bonitas do mundo – e que virou queridinha dos brasileiros depois de uma novela global. Para se ter uma ideia, tanta gente daqui foi para lá que muitos comerciantes arranham – e bem – o português. Tudo pela arte de negociar.

 

 

 

Mas voltando ao tema: em nenhum lugar do planeta você vai encontrar as paisagens encontradas por lá. São incríveis de serem vistas de cima (voando de balão) ou de baixo, encarando alguma trilha de quadriciclo, moto, bike ou a pé, mesmo.

 

 

Göreme está localizada na região da Anatólia e tem formações geológicas únicas no planeta. Já foi moradia de gregos e romanos, que faziam cidades subterrâneas e esculpiam igrejas nas cavernas. São Jorge nasceu lá!

 

 
Chegada tensa em Göreme

 

Chegamos na cidade durante a madrugada, depois de 11 horas de ônibus saindo de Istambul. Há opções mais rápidas, claro. Mas também mais caras. A gente gosta de aventuras e de gastar menos, então…

Apesar de o busão não ter banheiro (e parar de hora em hora para a galera se aliviar ou comprar algum lanchinho), a viagem é muito boa. Há serviço de bordo com comidinhas, cafés, sucos, e telas de tv individuais (o que ajuda a distrair um monte a criançada dentro do ônibus).

 

 

O problema mesmo foi chegar até Göreme naquele horário. Faltando cerca de uma hora para o desembarque (por volta da meia-noite…), o ônibus parou e o motorista mandou alguns passageiros descerem – entre eles, nós três.

Sem entender nada do que acontecia, nos colocaram (junto com outras pessoas) numa minivan com bancos quebrados. Ninguém falava inglês nem se preocupava em nos explicar nada. Acompanhados da Sara, acabada pela viagem, com sono e frio (fazia cerca de 5º C), fomos levados até uma rodoviária, onde entendemos que de lá teríamos que nos virar para ir até o nosso destino.

Sem linhas durante a madrugada, a saída foi negociar um táxi. Depois de muito choro, conseguimos fazer com que um motorista nos levasse pelos 100 quilômetros restantes por cerca de R$ 80.

 

 
Na cidade

Desembarcamos por volta das 2h da matina em Göreme, naquele horário uma cidade fantasma, gélida e com uma paisagem lunar misteriosa. Chegamos no hotel e o recepcionista tratou de nos meter uma pressão para comprar um passeio de balão para a manhã seguinte. A informação era que o tempo iria ficar ruim nos próximos dias e que poderíamos perder a oportunidade de voar. Tá bem. Convencidos, compramos e fomos dormir por três horas. Em geral, os passeios iniciam as 5h da manhã!

Primeira dica sobre as hospedagens em Göreme: os hotéis BURLAM o Booking. Vários são nota 10 no site, e, ao chegar, têm uma situação deprimente. Ficamos em um com esta nota, mas ao final não era tão ruim assim – apesar de não haver qualquer conforto extra, de ter um cachorro enorme, peludo e sujo andando por tudo, de os chuveiros estarem tão entupidos que a água não saía, e outros problemas. Enfim, com quartos limpos, conseguimos descansar.

 

O que fazer

Os passeios de balão são as grandes atrações – custam em média 180 Euros por pessoa. A maior parte das empresas turísticas busca os clientes no hotel e leva até sua sede, onde é servido um café da manhã antes do deslocamento até a área de partida dos balões.

 

 

 

 

Göreme também oferece uma ótima culinária local (com preço bem justo inclusive em restaurantes top) e passeios de aventura para todas as idades. Para voar de balão a criança precisa ter pelo menos 6 anos de idade, então programe-se para não deixar ninguém de fora.

Há mercados bem abastecidos e famílias com crianças pequenas não devem passar trabalho. Claro que um carrinho de bebê não vai poder ser usado em todos os lugares, mas no geral não há dificuldades.

 

 

 

Reserve pelo menos dois dias inteiros para conhecer esta região – até porque se o tempo estiver ruim, não tem voo de balão. A dica é tentar voar no primeiro dia. Nos seguintes, caminhe bastante pela cidade, suba nos pontos de observação (lá do alto a vista é incrível) e tente alugar um quadriciclo. Neste passeio os guias levam os visitantes para lugares extraordinários (como as chaminés das fadas) e para ver o pôr-do-sol, que rende inclusive aplausos.

 

 

 

Dedique algumas horas para conhecer o Göreme Open Air Museum – declarado patrimônio mundial da Unesco em 1985 e que tem construções e escavações feitas entre os séculos V e XII.

 

 

 

 

ossa avaliação? Passeio muito bom para ser feito em família, com atrações para todas as idades e paisagens inesquecíveis. Top!!!

 

O Tem Criança na Viagem ADOROU a Turquia. O destino acabou entrando na nossa rota através do stopover, também conhecido como conexão estendida. Aqui a gente explica melhor o que é o sistema. 

Você sabia que nos países islâmicos a maioria dos banheiros tem um buraco, ao invés do vaso sanitário? Pois é: aqui neste texto falamos sobre o dia em que a Sara conheceu “O buraco”. 

 

 

 

 

 


Turquia  Capadocia  Goreme  Balão  ÁsiaEuropa  Capdócia 
Todos os comentários
Deixe seu comentário
Seu nome
Email
Website, Facebook, Twitter
Seu comentário
Sobre o blog
Quem somos
Publicidade
Midia Kit
Anuncie aqui.

©Tem criança na viagem 2019. Todos os direitos reservados.