A Catedral de Sal de Zipaquirá, na Colômbia - Tem criança na viagem
Buscar
A Catedral de Sal de Zipaquirá, na Colômbia
22/09/2018
Tempo de leitura: 2 minutos.

Chegar até Zipaquirá, a cidade que guarda a Catedral de Sal – atração turística número 1 da Colômbia -, é relativamente tranquilo. Não precisa de guia – a não ser que você queira uma experiência mais completa, conhecendo detalhes da cidade e durante a viagem.

Para ir até a cidade localizada a 48 quilômetros de distância de Bogotá basta pegar um ônibus da Linha B74 sentido Portal Norte. Em geral eles passam de 10 em 10 minutos. Chegando no portal, atravesse para a área de ônibus intermunicipais e pegue um que vai para Zipaquira – ou Zipa, como eles chamam lá. Dependendo do horário, os ônibus lotam MUITO. E aí já sabe: cuidado para não perder as crianças. É bem bagunçado e achamos um pouco difícil nos localizarmos. Tem bastante gente, muita gritaria e os fiscais que estavam por lá não se mostravam muito dispostos a ajudar – inclusive recebemos uma informação errada, que desconfiamos e fomos checar antes de ir para um lugar errado.

 

 

 

Na chegada em Zipaquirá, o ônibus não nos deixa nas proximidades da mina de sal – diferente do que havíamos pesquisado antes de encarar a aventura. Caminhamos por cerca de 30 minutos, em alguns trechos morro acima, para chegar no complexo. Para quem está com criança pequena ou não quer encarar o exercício, vale muito pegar um táxi ou as vans que fazem o trajeto até lá.

 

 

 

O parque

Na entrada do Parque de la Sal tem uma escadaria bem grande, cercada de jardins. Se não tem pressa, suba, descanse, suba de novo. Lá em cima, o complexo turístico dá as caras: restaurantes, lojas de souvenires, tirolesa, parede de escalada e outras atrações ajudam a “esvaziar” o bolso dos visitantes…

 

 

Com os ingressos em mãos siga até a entrada da mina. Eles esperam os grupos serem fechados para saírem em visitas guiadas em espanhol ou inglês. O passeio dura uns 40 minutos, mas você pode ficar lá dentro quanto tempo quiser após o guia liberá-lo.

 

 

 

 

 

Na entrada, o primeiro túnel já deixa a gente cheio de vontade de passar as mãos na parede e provar para ver se as pedrinhas brancas são mesmo sal. São. A gente provou… rsrsrsrs. A caminhada passa pelas 12 estações da Via Crucis, mas a atração mais esperada é mesmo a catedral, inaugurada em 1995 e localizada 180 metros de profundidade. A primeira “igreja”, concluída em 1954, havia sido fechada em 1990.

 

 

 

Acessibilidade

O caminho até a Catedral de Sal é feito em sua maioria por um piso irregular, mas que permite o transporte inclusive com pessoas em cadeiras de rodas. Os túneis são largos, altos e com iluminação adequada. São cerca de 4 quilômetros de caminhada – se estiver com crianças, é bom avaliar se elas caminham bem, ou se precisam muito de colo. Apesar de ser um lugar turístico, ainda assim é uma mina – com alguns pequenos penhascos voltados para a escuridão. Então, muito cuidado com os pequenos e suas disparadas sem rumo.

 

 

 

 

 

 

 

Na saída o complexo da Catedral de Sal oferece transporte gratuito de volta até a cidade – o que é um alento depois de tanta caminhada. O que eles não contam é que as saídas acontecem com um número mínimo de passageiros: esperamos uma hora e meia para retornar.

 

A gente viajou com internet da Easy Sim 4u, que sempre nos acompanha como parceira nas trips pelo mundo!

 

Conhece Machu Picchu? Vale a pena ir com crianças? Nesse texto a gente fala sobre esta experiência!

Que tal uma road trip pelo Atacama acompanhado de seu filho? 


América do Sul  Colômbia  Bogotá  Catedral de Sal 
Todos os comentários
Viajento
Uns amigos meus também fizeram esse passeio e acharam fantástico. Com certeza irei quando visitar a Colômbia.
Josiane Rotta
Você vai adorar! E depois pode contar para a gente como foi a experiência! :-)
Deixe seu comentário
Seu nome
Email
Website, Facebook, Twitter
Seu comentário
Sobre o blog
Quem somos
Publicidade
Midia Kit
Anuncie aqui.

©Tem criança na viagem 2018. Todos os direitos reservados.