Uma família de mineiros em Punta del Este - Tem criança na viagem
Buscar
Uma família de mineiros em Punta del Este
06/07/2018
Tempo de leitura: 1 minuto.
Moradores de Belo Horizonte, os mineiros Cláudio e  Lilian Amorim , pais da Ana Alice (11) e da Manuela (5) foram em janeiro de 2018 para Punta del Este, no Uruguai. Fizeram parte da viagem de avião, e outra parte de carro. E contam no texto abaixo como foi a experiência:
 
Decidimos ir ao Uruguai em janeiro de 2018. Fomos de avião de BH para Porto Alegre, e lá alugamos um carro para conhecer a fronteira. Para entrar no Uruguai com o carro brasileiro é necessária a Carta Verde, que pode ser retirada na fronteira. 
 
 

 

Escolhemos o Uruguai pela proximidade com o Brasil. Fomos de Porto Alegre a Santana do Livramento, e fomos conhecendo bem o interior do Uruguai. Paramos em  Montevidéu, Punta del Este, José Ignácio, Punta del Diablo e Chuí. Ao todo foram 12 dias de viagem. 

Ficamos encantados com o clima da cidade: dias longos no verão, com entardecer por volta das 21h, tempo ameno, povo  acolhedor. Punta tem mil possibilidades para quem quer gastar muito dinheiro ou nem tanto assim. Conseguimos manter nosso orçamento fazendo as escolhas certas.

 

 
As praias têm água um pouco mais fria, mas isso não espantou a energia  das meninas. No porto de Punta pudemos ver lobos marinhos logo pela manhã ou no fim da tarde.  
 
 
 
 
Demos um pulinho também na Casa Pueblo, onde pudemos avistar um belo pôr-do-sol e ouvir o o poeta que construiu a casa, Carlos Páez Vilaró. 
 
 
 
 
Não deixem de saborear o melhor churros do Uruguai: o Churros  Manolo.  O sabor é maravilhoso e o preço justo.  
 
 

 

As meninas amaram Punta del Este (município de Maldonado), pela variedade de coisas a se fazer. Optamos por um hotel 3 estrelas, mas que ficava bem localizado na península. 

 

 

Para alimentação recomendamos sair da península e ir até o centro de Maldonado. O acesso aos pontos turísticos como o farol, Los dedos e o porto de Punta (onde vimos os lobos marinhos) são gratuitos; a entrada nos cassinos, para os adultos, também é free – você gasta apenas se quiser jogar.  O único passeio pago que fomos por lá foi a Casa Pueblo. Ver o pôr-do-sol lá vale cada centavo pago. O ingresso custa por volta de 240 pesos uruguaios (cerca de R$ 29).

Não falamos espanhol fluente mas não tivemos qualquer dificuldade com a língua. Os uruguaios são muito atenciosos e sempre dão um jeito de se comunicar com seus visitantes. 

 

 

 

Está certo que o inverno está pegando nesta época do ano no sul do Brasil. Mas que tal começar a programar as próximas férias de verão?

Deixamos aqui duas dicas: 

O Acqualokos (que dá para ir mesmo no inverno, gente!!!) e Floripa!!! 🙂

 


Praia  Litoral  Uruguai  Punta del Este  Montevidéu  Montevideo  Chuí 
Todos os comentários
Deixe seu comentário
Seu nome
Email
Website, Facebook, Twitter
Seu comentário
Sobre o blog
Quem somos
Publicidade
Midia Kit
Anuncie aqui.

©Tem criança na viagem 2018. Todos os direitos reservados.