Cadê Luiza? Passeando pelo litoral do Ceará! - Tem criança na viagem
Buscar
Cadê Luiza? Passeando pelo litoral do Ceará!
22/10/2017
Tempo de leitura: 3 minutos.

Luiza é filha de pai turismólogo e mãe jornalista que moram em Porto Alegre e adoram viajar. Com a chegada da pequena, sabiam que a rotina de viagens iria mudar. De fato, mudou. “Mas não queríamos deixar de ir onde quiséssemos, apenas pensávamos em  adaptar nossos passeios à rotina da bebê”, conta a mamãe Marina Lopes Corrêa Schaidhauer. E assim foi: com apenas 20 dias de vida a Luiza já colocou o pé na estrada para duas viagens que o casal costumava fazer com frequência antes dela nascer, para casa dos avós. Uma distante 180 km de Porto Alegre. A outra, 350 km.

Deu tão certo que voltaram para casa dessa primeira incursão em um dia e, no outro, partiram para Ibiraquera, em Santa Catarina, para comemorar  o primeiro mês de vida dela. É a praia que mais frequentavam antes dela nascer. Também foi neste período que, a pedido dos amigos,  Marina e Mauricio Schaidhauer criaram uma conta no Instagram para contar a rotina de viagens e atividades da filha: o @cadeluiza. “Não temos grandes pretensões de dar dicas (embora a gente dê algumas). A conta serve para compartilhar a rotina da bebê, que está agora com nove meses e mais muitos quilômetros rodados desde sua primeira aventura”, explicam eles. 

Entrem lá e confiram: @cadeluiza.

 

 

Hoje vamos contar aqui sobre a primeira viagem de avião da Luiza, que aconteceu em julho, para comemorar seus seis meses. Fomos para Guajiru, do ladinho de Flecheiras, litoral Oeste do Ceará, distante cerca de 150 km de Fortaleza. Saímos de Porto Alegre dia 15 de julho e estávamos apreensivos, pois não sabíamos como a Lulu reagiria no avião. Portanto, como diria Hamlet, estar preparado é tudo.

 

 

Levamos um tablet com os clipes preferidos dela e vários brinquedinhos que ela gosta. Foram cinco horas de voo, com uma escala em Brasília. No primeiro trecho, de duas horas e meia, ela dormiu todo. Está aí uma dica boa: se der para escolher a hora de voar, opte por horários que seu filho costuma dormir. Na segunda metade, ela brincou conosco, a distraímos com as coisas que havíamos levado para este fim. E foi tranquilo.

 

 

 

Chegamos em Fortaleza e já tínhamos alugado um carro com cadeirinha para ir ao nosso destino.  Ficamos oito dias em Guajiru, uma praia ótima para ir com crianças, de águas calmas e  mornas. Um praia para quem gosta de tranquilidade. Sem ambulantes. Sem guarda sol um por cima do outro. Sem aquele medo da bolinha de frescobol picar direto em você.

 

 

 

Ficamos em uma pousada que super indicamos para ir com bebês: a Vila Vagalume. Local pé na areia (o que facilita muito quando se está com criança), com ótimas acomodações (peça para colocar bercinho no quarto), café da manhã impecável, com muitas frutas (Lulu estava começando introdução alimentar) e um preço de diária bem justo. Ah! Uma info importante: região super segura (já que Fortaleza e praias do entorno deixam bastante a desejar neste quesito).

 

 

 

Alternávamos banhos de mar com banhos de piscina. Neste período, é época de vento no litoral cearense. Mas, enquanto em outros estados do Nordeste chove pra caramba, lá chove pouco ou quase nada. Venta, mas é quente. Então, além dos cuidados óbvios, levamos um chapéu com filtro solar e um roupão para proteger a bebê também do vento, além de colocarmos nela maiô de manga comprida, com proteção solar. 

 

 

 

 

Uma outra dica bacana é que para qualquer viagem que a gente faça, levamos aquelas piscinas pequenas infláveis. Para hora do banho do bebê é o que há de mais prático e ocupa muito pouco espaço na mala. Neste destino, além de usarmos para dar banho, também usamos na área de piscina do hotel. Foi diversão garantida, principalmente quando ela queria estar na água e nós não.

 

 

Para jantar, sempre íamos para Flecheiras (ao lado), que tem algum (não muito) movimento durante à noite e um comércio pequeno. Dois restaurantes em específico são bem amigáveis com as crianças. Um é a pizzaria do Nonô (o espaço é amplo e dá para circular tranquilo com o carrinho – levamos o guarda-chuva, nosso amigo das viagens). O dono é gaúcho e a equipe simpática à presença dos pequenos. O outro é o Orixás Art Hotel. Durante o dia eles têm uma estrutura ótima na beira da praia, com muita sombra e locais confortáveis para os bebês ficarem. Local charmoso e aconchegante. 

 

 

Foram dias ótimos. Pela primeira vez a Luiza aproveitou de verdade o mar. Ter ficado em um hotel pé na areia e ter locado um carro nos deu toda a liberdade e comodidade. A volta de avião também foi bastante tranquila , com muito mamá no peito na decolagem e aterrissagem. Isso contribui para aliviar a pressão nos ouvidos. Agora, Luiza se prepara para primeira viagem internacional de avião (já fomos para o Uruguai, de carro), para comemorar seu primeiro ano de vida.  Mais praia e “pura vida”, lema da Costa Rica, nosso próximo destino mais longo.

Quem sabe voltamos aqui para contar essa aventura depois? 

 

Beach Park com os Reginatto

Ceará com os Hinterholz

 


Praia  Nordeste  Fortaleza  Ceará  Flecheiras  Guajiru 
Todos os comentários
Deixe seu comentário
Seu nome
Email
Website, Facebook, Twitter
Seu comentário
Booking.com
Sobre o blog
Quem somos
Publicidade
Midia Kit
Anuncie aqui.

©Tem criança na viagem 2021. Todos os direitos reservados.