Retiro espiritual em família na cidade de Abadiânia - Tem criança na viagem
Buscar
Retiro espiritual em família na cidade de Abadiânia
02/07/2017
Tempo de leitura: 2 minutos.

O empresário Luiz Fernando Ferreira Filho, o “Toshyro”, e a mulher, a advogada Luciane Maria da Silva, são de Lajeado, no Rio Grande do Sul. Um dos destinos preferidos do casal é Abadiânia, no interior de Goiás. Neste domingo, eles contam um pouco sobre o passeio à Casa de Dom Inácio de Loyola, que fizeram acompanhados do filhote, Augusto, de 1 ano e seis meses. 

 

A família em Goiás: retiro para renovar as energias

 

Abadiânia é conhecida internacionalmente por sediar a Casa de Dom Inácio de Loyola, base do médium João de Deus. Já é nossa terceira visita lá em família, e a segunda do Augusto, nosso filho, que hoje está com 1 ano e 6 meses. Na primeira vez que o levamos junto, ele tinha 9 meses e ainda não caminhava – basicamente, ou ficava no colo ou no carrinho. Desta vez, entre os dias 20 e 24 de junho, “voando” e muito curioso, o passeio foi bem mais emocionante.

 

Augusto, o explorador

 

Sobre o local, por ser destinado a orações e meditações, cabe levar na mala algumas opções a mais de recreação pros pequenos (livrinhos e brinquedos, por exemplo) para evitar o tédio das crianças. O Augusto, por outro lado, extremamente desbravador, passava um tempão explorando todos os cantos da casa e tirando sorrisos de quem passava.

 

Local recebe visitantes de todo o país

 

De nossa parte, gostamos de ir a Abadiânia com a finalidade de renovar nossas energias – já que se trata de um típico retiro espiritual, em que nos desconectamos dos afazeres cotidianos para oportunizar a introspecção e a meditação. Mas, então, pode surgir a pergunta se isso é possível com uma criança… E a resposta é afirmativa: agora, com o Augusto, a viagem se tornou ainda mais especial, tendo em vista que estar num lugar com uma energia maravilhosa, desconectados do mundo, em constante “meditação” e curtindo nosso filho em tempo integral, faz com que a viagem seja perfeita!

 

 

 

Sobre fazer esse passeio com um bebê, nossas dicas e considerações:

– Fica cada vez mais claro para a gente que as empresas aéreas não preparam seus colaboradores no trato com crianças a bordo. Por exemplo, na primeira viagem do Augusto, optamos por manter o carrinho do bebê conosco durante a conexão (as empresas oferecem a possibilidade de entregarmos o carrinho na porta da aeronave, retirando de volta no mesmo local, na chegada – mas logo no segundo trecho já não conseguiram fazer a entrega).

Desta vez não levamos o carrinho, mas nos deparamos com a cena de uma mãe que recebeu o carrinho e, sozinha, com o nenê no colo, brigava com o carrinho para abri-lo, enquanto ao lado estavam os comissários de bordo sorrindo e acenando para quem saia da aeronave, alheios à cena… O fato de bebês não pagarem passagem nos parece mais uma formalização do “não nos comprometemos com suas necessidades especiais” por parte das companhias aéreas, e cabe repensarmos o custo x benefício dessa economia… um meio-termo melhor teria que ser possível.

Para a família, empresas aéreas não estão prontas para atender bem passageiros com crianças pequenas

 

– É sempre bom ter uma mamadeira de água ou leite para oferecer aos pequenos durante a decolagem, o que ajuda a evitar dores de ouvido;

– Indicamos fortemente que sejam levados junto fraldas descartáveis, lenços umedecidos, lanchinhos etc, nas quantidades para a toda a duração da viagem, porque não há opções próximas de farmácia ou supermercados. Ocupa mais espaço nas malas, mas tem sido melhor garantir…

 

Toshyro e Luciane já visitaram a casa de João de Deus por duas vezes, com Augusto

Goiás  Religião  Abadiânia  João de Deus    Turismo 
Todos os comentários
Deixe seu comentário
Seu nome
Email
Website, Facebook, Twitter
Seu comentário
Sobre o blog
Quem somos
Publicidade
Midia Kit
Anuncie aqui.

©Tem criança na viagem 2019. Todos os direitos reservados.