As dicas do dentista para garantir o sorrisão lindo na selfie - Tem criança na viagem
Buscar
As dicas do dentista para garantir o sorrisão lindo na selfie
06/06/2017
Tempo de leitura: 4 minutos.

Fotos de viagens são recordações para a vida inteira, né? Quem não gosta de relembrar bons momentos, em lugares bacanas, com pessoas especiais?

Melhor ainda é poder fazer isso, quando você, literalmente, ficou bem na foto. Mas sair com um lindo sorrisão na hora da selfie exige cuidados com os dentes – que começam muito antes de embarcar para o seu passeio. 

Para falar sobre esse assunto, convidamos o especialista em Ortodontia e Implantes Dentários, o dentista Augusto Carpena, que tem consultório em Pelotas (RS).

 

 

1 – Dê três dicas para cuidar da dentição:

Os dentes devem, preferencialmente, ser limpos tantas quantas forem as vezes que comemos. Não adianta escovar os dentes, comer em seguida e não escovar novamente. O ideal é que sejam instituídos horários certos para as refeições – assim as escovações também farão parte desta rotina.

Outra dica importantíssima é o uso diário do fio dental. Este deve ser bem encerado e não muito espesso, para que penetre bem entre os dentes e não machuque a gengiva. Existem várias marcas e, inclusive alguns com sabor e montados sobre dispositivos que facilitam o uso pelas crianças.

Por fim, devemos também salientar a importância das consultas de revisão ao dentista, quando poderá ser feito um exame bem detalhado, limpezas profiláticas e aplicações de flúor e selantes, quando indicado.

 

2 – As crianças devem ter os mesmos cuidados que os adultos?

As crianças devem ter esses mesmos cuidados, porém sempre observando que elas têm, muitas vezes, um maior apetite por doces e guloseimas. Portanto, os pais devem ficar atentos a isso e cuidar para que os dentinhos sejam limpos com a devida frequência e não fiquem muito tempo expostos à ação do açúcar contido nesse tipo de alimento.

 

3- Em uma viagem, em geral, a alimentação muda: há maior consumo de doces e dificuldade em manter uma dieta bem equilibrada. Isso pode afetar a dentição? Como prevenir problemas?

Com certeza essa mudança na rotina da dieta durante as viagens pode ser prejudicial, pois tanto o consumo maior de alimentos industrializados e com maiores quantidades de açúcares (chocolates, balas, refrigerantes e biscoitos recheados), como também a diminuição da frequência com que a higiene dental é feita, pode ser uma combinação extremamente prejudicial aos dentes. O ideal seria que fosse providenciado um pequeno kit de higiene dental dentro de um estojo, desses vendidos em farmácias, e que pudesse ser facilmente carregado no carro, na bolsa, na mochila, enfim, fora da mala, que é geralmente o último lugar onde queremos ficar “garimpando” durante a viagem. Assim poderemos afinar melhor os horários das refeições e lanchinhos aos da hora de escovar os dentes.

 

4 – Existe uma lista de alimentos que, quando consumidos, podem ajudar a deixar a dentição mais bonita?

As frutas, principalmente a maçã, alimentos ricos em fibras, como cereais integrais, verduras, sementes e farelos podem ajudar a “arrastar” a placa bacteriana depositada sobre os dentes, uma vez que exigem mais da mastigação e, por sua composição fibrosa, colaboram na remoção do biofilme bacteriano. Alimentos ricos em vitamina C , como acerola, laranja e limão ajudam as gengivas a se manter fortes e saudáveis. Por sua vez, o consumo de água, além de manter o corpo hidratado, lava pequenos restos alimentares, ajuda na produção de saliva e na manutenção do Ph bucal. Chicletes? Prefira os que contém Xilitol, um adoçante natural encontrado nas fibras dos vegetais. Além de ser tão doce quanto, é  40% menos calórico que a sacarose. Ele tem ação anticariogênica, ou seja, evita a multiplicação das bactérias causadoras da cárie.

 

5 – Com que idade as crianças devem ser levadas para a primeira consulta com o dentista?

As crianças podem ser levadas ao consultório do dentista tão logo nasçam os primeiros dentinhos, a fim de fazer um acompanhamento e receber instruções de higiene desde as tenras idades. O odontopediatra é o profissional certo para isso. Ele irá acompanhar a cronologia correta do nascimento dos dentinhos de leite e indicar um ortodontista quando perceber que problemas de ordem ortodôntica podem surgir.

 

6 – E a partir de que idade é recomendado o uso de aparelho dentário?

Os aparelhos dentários podem ser usados a partir do momento em que todos os dentinhos  de leite estejam presentes, ali pelos 6 anos de idade. Nesta etapa, utilizamos muito os aparelhos móveis, ortodônticos e ortopédicos. Somente a partir do momento em que a criança esteja na dentição mista, ou seja, já tem dentes permanentes misturados aos de leite, é que podemos utilizar alguma terapêutica com aparelhos fixos. Isso geralmente ocorre em torno dos 10 a 12 anos. Mas cada caso deve ser avaliado e planejado por um dentista especialista em Ortodontia, pois cada situação deve receber atenção individualizada.

 

7 – Sabemos que o alinhamento dos dentes, além de melhorar a aparência, pode inclusive influenciar na qualidade de vida. Explique um pouco sobre isso.

O correto alinhamento dos dentes facilita a sua higiene, prevenindo a formação de cáries e tártaro. Também permite um melhor “encaixe” dos dentes superiores nos inferiores, o que chamamos de “oclusão”, melhorando o funcionamento dos arcos dentários ao falar, mastigar, sorrir etc. Esses fatores, por si só, já justificam a correção ortodôntica de problemas na oclusão, sejam eles de ordem dentária ou esquelética.  Sabemos que, além dos fatores citados, dentes alinhados e harmônicos aumentam nossa autoestima e propiciam sorrisos que encantam, iluminam e cativam as pessoas ao nosso redor.

 

 8 – Mas é um processo que incomoda um pouco, não?

As técnicas utilizadas na ortodontia atual, bem como os tipos de aparelhos utilizados, evoluíram muito, de forma que os tratamentos ortodônticos hoje são realizados em tempos significativamente menores e com um conforto muito maior que há alguns anos. Temos, como exemplo disso, os aparelhos auto-ligados, que agilizam as movimentações dentárias, diminuem a retenção de placa bacteriana e podem, inclusive, diminuir o seu tempo deitado na cadeira do ortodontista.

Outro tipo de aparelho ortodôntico fixo bastante procurado atualmente é o estético cerâmico, aquele “branquinho”, cuja principal vantagem é o aspecto mais “clean” no sorriso durante o tratamento. Claro que para tudo existe indicação e contra-indicação, portanto, será o seu ortodontista que irá ajudar a guiar sua escolha no sentido de um tratamento mais confortável e efetivo.

 

O dentista Augusto Carpena é especialista em Ortodontia e Implantes Dentários, e tem consultório em Pelotas (RS).

Os contatos dele são os seguintes:

Consultório: (53) 3027-3003

www.augustocarpena.com

augusto.carpena@terra.com.br


Saúde  Dentes  Dentista  Ortodontia  Aparelho dentário 
Todos os comentários
Odontopediatra
Exatamente o que eu procurava. Obrigada!
Dicas para quem tem problemas respiratórios viajar tranquilo - Tem criança na viagem
[…] Aqui o dentista Augusto Carpena fala um pouco sobre os cuidados básicos com a saúde bucal. […]
Deixe seu comentário
Seu nome
Email
Website, Facebook, Twitter
Seu comentário
Sobre o blog
Quem somos
Publicidade
Midia Kit
Anuncie aqui.

©Tem criança na viagem 2019. Todos os direitos reservados.